Vai pedir demissão??

Ao pedir demissão, você terá direito a receber suas verbas rescisórias normalmente: férias, 13º, etc. Conforme o acordo com o empregador, esse pagamento final poderá variar. Por exemplo, o período de aviso prévio foi trabalhado após o pedido de demissão. Tal período irá contar para aumento do proporcional de férias e 13º salário.

Direitos do empregado após o pedido de demissão:

Saldo de salário: O saldo salário nada mais é do que o proporcional dos dias trabalhados durante o mês até a demissão. Ou seja, se você trabalhou 14 dias, você recebera referente aos 14 dias trabalhado e não o salário integral.

13° salário do ano da demissão: A contagem do proporcional de férias vale o período entre o dia primeiro de janeiro até o mês em que você foi desligado da empresa. Você receberá um valor proporcional que leva em conta os meses trabalhados no ano em que houver sido demitido.

Férias vencidas: Se você já tinha direito a tirar um mês de férias e não tirou, a empresa pagará um mês de salário na rescisão acrescidas de um terço do quanto você recebia.

Férias proporcionais: Se você trabalhou MENOS de um ano, com certeza, você tem direito a receber ao proporcional de férias acrescidas de um terço do valor.

Aviso prévio: Chegamos a parte mais complicada. Primeiramente, caso vá pedir demissão, fique ciente que você deverá cumprir o aviso prévio, desta forma, fica a empresa, e tão somente ela, responsável por decidir se você irá ou não trabalhar o período de aviso prévio após o pedido de demissão.Todavia, uma grande maioria de CONVENÇÕES COLETIVAS obrigam o empregador dispensá-lo se conseguir outro emprego, sendo pago então o proporcional aos dias trabalhados. Para entender mais sobre o aviso prévio no pedido de demissão CLIQUE AQUI.

Atente-se: quando a empresa não deixa você cumprir o aviso prévio, ela não pode cobrar multa nenhuma pela sua ausência.

O que não é pago quando se pede demissão

Diferentemente dos direitos da demissão sem justa causa, algumas verbas NÃO são pagas no pedido de demissão. São elas:

Levantamento do FGTS;

Multa de 40% sobre o saldo do FGTS;

Liberação de guias do seguro desemprego: Você não terá direito ao seguro desemprego caso peça demissão. Saiba mais sobre o seguro desemprego CLICANDO AQUI.

O empregado que pedir demissão deve apresentar uma carta formal de pedido de demissão ao empregador, essa carta será em 2 vias, uma via para cada parte. Veja modelo de carta de pedido de demissão CLICANDO AQUI.

Desta forma, como visto, é recomendado que você não peça demissão, a menos que você tenha total certeza do que esta fazendo, pois, como explicado, as verbas recebidas são reduzidas.

Para maiores esclarecimentos, consulte a nossa aba de advogado online.

teste